27/09/2019

MAMÃO/CEPEA: Frutas de qualidade inferior são descartadas

Preços do havaí seguem recuando

Por Gabriel C. Barbosa, João Victor Pereira e Marcela Barbieri
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MAMÃO/CEPEA: Frutas de qualidade inferior são descartadasVer fotos

Piracicaba, 27 - Nesta semana (23 a 27/09), o volume de mamão havaí seguiu elevado nas principais regiões produtoras. Além disso, segundo colaboradores do Hortifruti/Cepea, a demanda esteve limitada no período, devido ao período de final de mês – no atacado paulista, as chuvas também prejudicaram o consumo na semana. Como resultado, os preços da variedade recuaram novamente.

Sendo assim, o havaí 12-18 foi comercializado no norte do Espírito Santo na média de R$ 0,42/kg, queda de 3% em relação à semana passada. Já no sul da Bahia, a média foi de R$ 0,40/kg, desvalorização de 16% na mesma comparação.

De acordo com mamocultores, as frutas de qualidade inferior, como aquelas com manchas e menores calibres, foram descartadas, já que não compensaria colher, devido às baixas cotações registradas. Para as próximas semanas, espera-se que o volume de havaí se mantenha alto nas regiões produtoras e, por conta disso, as cotações continuem pressionadas até o final do próximo mês.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Cepea, chuvas, final de mês, HF Brasil, mamão havaí, manchas e menores calibres, preços de mamão, volume elevado

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui