29/01/2021

MAMÃO/CEPEA: Formosa está sobrando na roça

Cotação da variedade segue pressionada

Por Wharlhey de Cássia Nunes e Marcela Barbieri
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MAMÃO/CEPEA: Formosa está sobrando na roçaVer fotos

Piracicaba, 29 - O mamão formosa ainda não encontrou forças para aumento expressivo de preços nas regiões produtoras nesta semana (25 a 29/01), visto sua elevada oferta e baixa procura - que é comum no período de fim de mês. Segundo colaboradores do Hortifruti/Cepea, os valores recebidos pelos produtores estão insuficientes para cobrir os custos de produção estimados, fazendo com que muitos optem pela não colheita e descartes na roça.

A variedade foi comercializada por apenas R$ 0,30/kg no Norte do Espírito Santo e por R$ 0,48/kg no Oeste da Bahia. As melhores cotações obtidas no oeste baiano estão relacionadas, segundo produtores, aos envios para o Centro-Oeste. Para a próxima semana, produtores de formosa até esperam por retomada nas vendas por ser início de mês, quando compradores geralmente estão mais capitalizados. Porém, a possibilidade da greve dos caminhoneiros na próxima segunda-feira, 1º, traz receios quanto ao mercado.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Cepea, elevada oferta, fim de mês, HF Brasil, mamão formosa, Norte do ES, Oeste da BA, preço de mamão, preços baixos, vendas fracas

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui