01/11/2019

MAMÃO/CEPEA: Final de mês influencia em menores preços

Formosa se desvaloriza 12% no Norte do ES

Por Gabriel C. Barbosa, João Victor Pereira e Marcela Barbieri
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MAMÃO/CEPEA: Final de mês influencia em menores preçosVer fotos

Piracicaba, 1º - Como esperado por produtores, o comércio de mamão se desacelerou na última semana do mês de outubro. No Norte do Espírito Santo, por exemplo, esse foi um dos principais motivos da desvalorização do formosa. Nesta semana (28/10 a 1°/11), a variedade foi comercializada por R$ 1,04/kg, valor 12% menor em relação à última semana. Já no Oeste da Bahia, a média registrada foi de R$ 1,02/kg, queda de 5% na mesma comparação.

Além da redução do consumo no final do mês, os baixos preços do havaí também foram um dos fatores que interferiram nas vendas do formosa (concorrência entre as variedades) e pressionaram suas cotações. Segundo colaboradores do Hortifruti/Cepea, para a próxima semana, ainda que a demanda não seja aquecida, mamocultores capixabas esperam que a menor oferta de formosa (redução de excessos) mantenha as cotações em níveis superiores que de havaí, que deve permanecer com preços baixos e alta oferta até a primeira quinzena de novembro.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Cepea, fim de mês, HF Brasil, mamão formosa, Norte do ES, Oeste da BA, preço de mamão, queda de preço, vendas fracas

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui