06/11/2020

MAMÃO/CEPEA: Enfim, havaí se valoriza no ES e na BA

Oferta se reduz diante das chuvas

Por Wharlhey de Cássia Nunes e Marcela Barbieri
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MAMÃO/CEPEA: Enfim, havaí se valoriza no ES e na BAVer fotos

Piracicaba, 06 - Nesta semana (02 a 06/11), os preços do mamão havaí se elevaram no Norte do Espírito Santo e no Sul da Bahia, se igualando aos do formosa - que já estavam maiores nas semanas anteriores. Segundo agentes consultados pelo Hortifruti/Cepea, esse cenário se deve à redução da oferta no período. Houve relatos de que as recentes chuvas atrapalharam a colheita em algumas localidades, devido à dificuldade para entrar com maquinário na roça, e até atrasaram um pouco a maturação da fruta.

Assim, o havaí tipo 12 a 18 foi comercializado por R$ 1,08/kg na média das praças capixaba e baiana, valorização de 108% em relação à semana passada. Por conta dos baixos preços anteriores dessa variedade, o consumo da mesma esteve melhor que o do formosa nos últimos dias. Diante da maior umidade, produtores estão preocupados quanto às doenças fúngicas e à qualidade da fruta. Para a próxima semana, espera-se que as cotações sigam em bons patamares, pois não se espera um grande aumento de volume.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Cepea, chuvas, HF Brasil, mamão havaí, Norte do ES, preço de mamão, redução da oferta, sul da BA, valorização

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui