19/02/2019

MAMÃO/CEPEA: Embarques se iniciam positivos em 2019

Produção pode limitar atividades nos próximos meses

Por Gabriel C. Barbosa e Marcela Barbieri
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MAMÃO/CEPEA: Embarques se iniciam positivos em 2019Ver fotos

Piracicaba, 19 – Apesar do baixo volume disponível de mamão nas regiões produtoras brasileiras, o País conseguiu manter os embarques internacionais em bons níveis no começo de 2019. Segundo a Secretaria de Comércio Exterior (Secex), o Brasil enviou cerca de 3,8 mil toneladas da fruta ao exterior e arrecadou US$ 4 milhões em janeiro, valores 9% e 4% superiores aos do mesmo mês do ano passado, respectivamente – sendo que a União Europeia consumiu cerca de 87% do mamão brasileiro, se mantendo como a principal compradora no período.

Vale ressaltar que, em janeiro, as exportações da fruta para os Estados Unidos também foram positivas. Os embarques de mamão, ainda que inferiores aos do bloco europeu, aumentaram 14% em volume e 28% em receita, já que a menor produção mexicana não está conseguindo suprir o abastecimento de todo o mercado norte-americano neste início de ano. Além disso, a demanda pela fruta está crescente no país – o que tem impulsionado as importações.

Para os próximos meses (fevereiro e março), a oferta limitada de mamão no Brasil pode restringir as exportações nacionais. Contudo, de acordo com colaboradores do Hortifruti/Cepea, a disponibilidade da fruta deve começar a aumentar em abril, favorecendo maiores envios ao mercado internacional.

Fonte: hfbrasil.org.br e Secex

Tags: Cepea, exportações brasileiras, exportações de mamão, fruticultura brasileira no exterior, mamão, mercado internacional, perspectivas, produção nacional de mamão, secex

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui