08/05/2020

MAMÃO/CEPEA: Cotações do formosa ainda estão em queda

Variedade segue com grande oferta na roça

Por João Victor Pereira e Marcela Barbieri
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MAMÃO/CEPEA: Cotações do formosa ainda estão em quedaVer fotos

Piracicaba, 08 - O mamão formosa se manteve com maior volume no mercado nesta semana (04 a 08/05). Com isso, as cotações da variedade continuaram pressionadas em quase todas as regiões e, inclusive, houve novos relatos de perdas.

No Oeste da Bahia, a variedade foi vendida por R$ 0,47/kg, valor 4% menor em relação à semana passada. Já no Norte de Minas Gerais, a média foi de R$ 0,52/kg, queda de 9% na mesma comparação. Segundo colaboradores do Hortifruti/Cepea, a concorrência com os baixos preços do Norte do Espírito Santo e Sul da Bahia também resultou neste cenário de queda. O formosa foi comercializado por R$ 0,35/kg nessas praças - alguns ainda chegaram a vender por R$ 0,20/kg frutas de padrões inferiores.

Vale ressaltar que o maior preço do mamão oeste baiano e norte mineiro está relacionado aos envios para destinos menos visados e que “pagam” melhor. Para a próxima semana, mamocultores não esperam elevações nos preços do formosa, por conta da difícil comercialização - a circulação das pessoas está cada vez mais limitada nos grandes centros consumidores (algumas cidades, inclusive, já entraram em lockdown) e a economia enfraquecida.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Cepea, covid-19, HF Brasil, mamão formosa, oferta alta, perdas na roça, preço de mamão, queda de preço

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui