19/07/2019

MAMÃO/CEPEA: Ao contrário do havaí, preço do formosa recua

Demanda enfraquecida afeta cotações da variedade

Por Gabriel C. Barbosa e Marcela Barbieri
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MAMÃO/CEPEA: Ao contrário do havaí, preço do formosa recuaVer fotos

Piracicaba, 19 - Para o mamão formosa, ainda que a oferta permaneça baixa, as cotações não conseguiram se sustentar durante esta semana (15 a 19/07). Enquanto o havaí foi marcado por preços recordes em julho, produtores de formosa não conseguiram atingir esta marca. Segundo colaboradores do Hortifruti/Cepea, como a variedade pode ser encontrada em todas praças produtoras, sua disponibilidade geralmente é maior, assim como a competição entre as regiões, principalmente quando comparada ao havaí.

Outro desafio à produção do formosa é a presença de manchas fisiológicas no Norte de Minas Gerais e no Oeste da Bahia, comum nesta época do ano, devido à maior amplitude térmica das lavouras e ao estresse causado às plantas. Sendo assim, nesta semana, o formosa foi comercializado na média de R$ 1,97/kg na região Norte de Minas Gerais, queda de 12% em relação à semana passada. Já no Oeste da Bahia, a média foi de R$ 2,08/kg, recuo de 10% na mesma comparação. Para a próxima semana, produtores de mamão formosa esperam que haja uma menor demanda, influenciada pelo final do mês.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: BA, Cepea, desvalorização, HF Brasil, mamão formosa, mamão havaí, MG, preço de mamão, qualidade

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui