09/07/2021

MAÇÃ/CEPEA: Vendas não sobem como esperado

Há bom escoamento apenas para menores calibres

Por Isabela Pegolo Alves e Marcela Barbieri
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MAÇÃ/CEPEA: Vendas não sobem como esperadoVer fotos

Piracicaba, 09 - Nesta semana (05 a 09/07), as vendas de maçã não aumentaram como esperado nas regiões classificadoras. A expectativa era de melhora por ser início de mês, quando os consumidores estão mais capitalizados, mas a situação econômica brasileira reduziu o poder aquisitivo mesmo neste momento.

Segundo agentes consultados pelo Hortifruti/Cepea, houve um bom escoamento apenas para as frutas de tamanhos menores, que, apesar dos aumentos constantes nos preços, ainda possuem valores médios mais baixos do que as graúdas. Assim, as maçãs miúdas têm sido uma escolha mais atraente e acessível para os compradores.

Cenário que até elevou um pouco as cotações desses calibres em algumas regiões. Em Fraiburgo (SC), por exemplo, a gala calibre 165 Cat 3 foi comercializada a R$ 42,60/cx de 18 kg, valor 2% maior frente à semana passada.

Para a próxima semana, os classificadores esperam que o comércio de maçãs melhore um pouco, já que os consumidores podem estar mais capitalizados após essa semana de pagamento de salário, mas ainda com restrições devido à crise da covid-19.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Cepea, cotações se elevam um pouco, crise econômica, Fraiburgo (SC), gala calibre 165 Cat 3, HF Brasil, preço de maçã, vendas não sobem

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui