28/12/2018

MAÇÃ/CEPEA: Retrospectiva 2018

Como esteve a rentabilidade da cultura neste ano?

Por Lavínia Morais e Marcela Barbieri
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MAÇÃ/CEPEA: Retrospectiva 2018Ver fotos

Piracicaba, 28 – A colheita de maçã da safra 2017/18 se encerrou nas últimas semanas de maio nas regiões mais quentes e, em meados de junho, nas mais frias. No total, foram produzidas cerca de 1,1 milhão de toneladas. As frutas da temporada 2017/18 apresentaram boa qualidade, porém, houve um maior número de maçãs acometidas pelo russeting (manchas escuras na casca).

Vale destacar, ainda, que o cancro europeu, relatado nos últimos anos, tem sido controlado. Além disso, a safra 2017/18 foi caracterizada pela predominância de frutas miúdas, o que limitou a recuperação da rentabilidade frente a 2017. Em relação ao mercado internacional, o dólar valorizado favoreceu as exportações brasileiras, que já vinham apresentando tendência de alta no ano passado.

Quer saber mais sobre o mercado de maçã em 2018 e as perspectivas para 2019? Confira o Anuário 2018-19 da Revista Hortifruti Brasil, clicando aqui.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Anuário 2018-2019, área de maçã, Cepea, Hortifruti Brasil, Maçã, mercado de maçã, rentabilidade aos produtores de maçã, retrospectiva 2018

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui