10/01/2019

MAÇÃ/CEPEA: Perspectiva 2019

Rentabilidade da cultura deve ser positiva neste ano?

Por Lavínia Morais e Marcela Barbieri
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MAÇÃ/CEPEA: Perspectiva 2019Ver fotos

Piracicaba, 10 – As atividades de campo da temporada 2018/19 de maçã devem começar para a gala no final de janeiro nas regiões mais quentes e, em fevereiro, nas mais frias. O inverno um pouco mais rigoroso em 2018 resultou em maior período de dormência e, consequentemente, em leve atraso na florada. Já o clima chuvoso em outubro prejudicou alguns pomares em relação ao "pegamento" da fruta.

Com isso, caso as condições climáticas até o começo de 2019 não sejam favoráveis, a produção pode ser menor para a variedade. A fuji, por sua vez, deve apresentar maior volume, visto que os pomares podem se recuperar frente à quebra da última safra. Dessa forma, no geral, a expectativa para 2018/19 é de frutas com calibre médio e produção maior em relação à 2017/18.

Quer saber mais sobre as perspectivas para o mercado de maçã em 2019? Confira o Anuário 2018-19 da Revista Hortifruti Brasil, clicando aqui.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Anuário 2018-2019, área de maçã, Cepea, Hortifruti Brasil, Maçã, mercado de maçã em 2019, perspectivas 2019, produção de maçã, produtividade, rentabilidade

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui