08/11/2019

MAÇÃ/CEPEA: Mesmo com redução dos estoques, preços se estabilizam

Vendas estão mais lentas do que o esperado

Por Ana Raquel Mendes e Marcela Barbieri
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MAÇÃ/CEPEA: Mesmo com redução dos estoques, preços se estabilizamVer fotos

Piracicaba, 08 - A oferta reduzida garantiu manutenção das cotações da maçã na primeira semana de novembro (04 a 08/11) para a maior parte das categorias e calibres. De acordo com agentes, as vendas foram um pouco mais lentas do que o esperado para um início de mês e, por isso, muitas classificadoras não “arriscaram” um aumento nos preços, mesmo com os menores estoques da fruta. A exceção foi para a fuji miúda Cat 3, que obteve valorização de 4% na média das regiões classificadoras e fechou a R$ 45,50/cx de 18 kg. Isso porque essa variedade ainda é a “opção mais em conta” disponível e, por isso, tem uma demanda mais firme.

Além disso, alguns colaboradores do Hortifruti/Cepea também relataram que não há mais como “segurar” as maçãs em câmara por muito tempo – muitas classificadoras com estoques ainda volumosos vinham retendo sua oferta na expectativa de encontrar um mercado mais favorável com a finalização da disponibilidade de empresas menores ao fim de outubro. Com isso, na média das regiões classificadoras, o preço da fuji graúda Cat 1 foi de R$ 62,00/cx de 18 kg.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: calibres, categorias, Cepea, classificadores, fuji, gala, HF Brasil, preço de maçã, preços estabilizados, redução dos estoques, vendas fracas

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui