17/05/2019

MAÇÃ/CEPEA: Mercado segue estagnado

Porém, gala consegue se valorizar

Por Ana Raquel Mendes e Marcela Barbieri
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MAÇÃ/CEPEA: Mercado segue estagnadoVer fotos

Piracicaba, 17 - Ao contrário do esperado, a comercialização de maçãs não se aqueceu nesta semana (13 a 17/05), e o mercado pouco se alterou. Segundo agentes, ainda há boa oferta de “rapa de colheita” de fuji, que tem sido vendida por pequenos produtores a preços bem inferiores ao restante do mercado, e isso tem pressionado as cotações das demais categorias. Além disso, a demanda continua limitada, em parte devido ao menor poder de compra do consumidor – fato relacionado à insegurança econômica e política do País.

Contudo, há exceções. Para as maçãs de categoria 1, principalmente a gala – que tem apresentado uma menor disponibilidade nesta safra frente à anterior – a baixa oferta favoreceu as boas cotações. Com isso, a variedade Cat 1 registrou preço médio de R$ 62,33/cx de 18 kg em Vacaria (RS), valorização de 9% em relação à semana passada. Para as próximas semanas, com a finalização das últimas colheitas e a oferta apenas de maçãs armazenadas, a expectativa dos agentes é de manutenção ou até mesmo reação de preços.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Cepea, cotações da fuji, cotações da gala, HF Brasil, mercado fraco, preços da maçã, safra 2018/19

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui