17/07/2020

MAÇÃ/CEPEA: Graúdas estão na faixa dos R$ 100/cx

Demanda se desaquece, mas preços seguem satisfatórios

Por Ana Raquel Mendes e Marcela Barbieri
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MAÇÃ/CEPEA: Graúdas estão na faixa dos R$ 100/cxVer fotos

Piracicaba, 17 - A alta de preços nas principais regiões classificadoras em semanas anteriores acarretou em leve redução na procura pela maçã ao longo desta (13 a 17/07). Contudo, agentes relataram que o volume comercializado permaneceu satisfatório em função da oferta restrita. Assim, na média das regiões, a fuji calibre 165 Cat 1 foi vendida a R$ 81,67/cx de 18 kg e a gala de mesmo perfil a R$ 81,65/cx de 18 kg – aumentos de 4% e 2% frente à semana passada, respectivamente. Para as maçãs menores, a partir do calibre 180, também houve valorização.

Mas será que esses preços vão se manter? Nas maçãs miúdas, e até mesmo médias, ainda há uma margem para novas altas, segundo agentes. Já nas graúdas, contudo, os preços já se encontram em altos patamares, na faixa dos R$ 100/cx de 18 kg - o que têm preocupado algumas classificadoras que já começaram a sentir uma concorrência desse perfil com as maçãs importadas, especialmente argentinas e chilenas. Assim, para a segunda quinzena de julho, a expectativa é de que o preço das maçãs graúdas se estabilize, ou até recue um pouco, e o das médias e miúdas ainda podem registrar leves valorizações, de acordo com a oferta dos calibres. 

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Cepea, HF Brasil, leve redução na procura, maçã gala e fuji, oferta restrita, preço de maçã, regiões classificadoras, Sul, volume comercializado ainda satisfatório

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui