06/11/2020

MAÇÃ/CEPEA: Estoques em queda continuam alavancando as cotações

Vendas se aquecem no início de mês

Por Ana Raquel Mendes e Marcela Barbieri
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MAÇÃ/CEPEA: Estoques em queda continuam alavancando as cotaçõesVer fotos

Piracicaba, 06 - As vendas de maçã se aqueceram um pouco nas regiões classificadoras neste início de mês (02 a 06/11), período em que comumente a procura aumenta diante da semana de pagamento de salário. Este cenário, juntamente com a oferta limitada, favoreceu as cotações. A disponibilidade da fruta foi ainda menor no período, devido ao encerramento dos estoques de várias empresas, principalmente em Fraiburgo (SC), e do feriado de Finados (02), que levou a um dia a menos de classificação e embalagem nas empresas do Sul.

Diante disso, a maçã se valorizou, com destaque para a Cat 3, que reúne dois fatores muito importantes: a oferta ainda mais restrita frente aos demais perfis e a atratividade de preços (mais em conta) em relação às Cat 1 e 2. Assim, na média das regiões classificadoras, a gala 165 Cat 3 foi comercializada a R$ 70,88/cx de 18 kg, alta de 4% frente à semana anterior. Para a próxima semana, agentes esperam que os preços da maçã continuem se sustentando, dada a oferta cada vez menor da fruta.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: boas vendas, Cepea, classificadoras, estoque reduzido, HF Brasil, início do mês, preço de maçã, Sul

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui