05/06/2020

MAÇÃ/CEPEA: Dosando a oferta, preços sobem

Escoamento também melhora nesta semana

Por Ana Raquel Mendes e Marcela Barbieri
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MAÇÃ/CEPEA: Dosando a oferta, preços sobemVer fotos

Piracicaba, 05 - No Sul, a proporção entre o volume ofertado de maçã fuji e gala tem variado em função da região e da composição dos estoques de cada classificadora. Nesta semana (1º a 05/06), houve maior disponibilidade de gala em Vacaria (RS) e de fuji em São Joaquim (SC), mas a oferta entre as variedades foi mais proporcional em Fraiburgo (SC). Em decorrência deste cenário, houve um certo equilíbrio no volume ofertado das variedades em âmbito nacional.

Até o momento, a maior demanda doméstica tem se concentrado na gala, colaborando para que aquelas classificadoras com boa disponibilidade dessa variedade (especialmente das maçãs graúdas) alcancem melhores resultados. Mas, no geral, a “dosagem” da oferta de ambas as variedades, somada à retomada gradual do comércio em algumas regiões – por conta das flexibilizações nas medidas de isolamento –, colaborou para houvesse valorização da fruta.

Até mesmo as maçãs miúdas conseguiram ser escoadas para algumas Ceasas, com destaque para as do Nordeste. Na média das regiões classificadoras, a gala calibre 165 Cat 3 registrou alta de 3%, sendo comercializada a R$ 38,91/ cx de 18 kg. A fuji de mesmo padrão também se valorizou 5% e foi vendida a R$ 39,13/ cx de 18 kg.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Cepea, classificadoras, estoques, HF Brasil, maçã fuji, maçã gala, maçãs miúdas, preço de maçã, Sul, vendas de maçã

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui