11/12/2020

MAÇÃ/CEPEA: Demanda por miúdas esfria... porquê?

Entrada de precoces é um dos motivos

Por Ana Raquel Mendes e Marcela Barbieri
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MAÇÃ/CEPEA: Demanda por miúdas esfria... porquê?Ver fotos

Piracicaba, 11 - Ao contrário do observado anteriormente, a demanda pelos menores calibres das maçãs tradicionais, fuji e gala, esteve um pouco menor nas regiões classificadoras nesta semana (07 a 11/12). De acordo com agentes, isso se deve à entrada de precoces (como a eva) e das frutas de caroço no mercado, que concorrem nessa faixa de preço. Destaca-se, contudo, que, como os estoques das tradicionais estão bastante reduzidos e o volume ofertado de eva ainda é pequeno, tal situação não provocou grandes dificuldades de vendas, como em anos anteriores.

Além disso, agentes relataram que existe uma maior procura por maçãs médias e graúdas nesta época do ano, devido à proximidade das festas. Diante desse cenário e da oferta ainda mais restrita, a gala calibre 110 Cat 1 foi vendida a R$ 124,80/cx de 18 kg na média das regiões classificadoras, alta de 2% frente à semana passada. Para a próxima, agentes acreditam que o mercado de maçã deva permanecer similar, visto que os estoques das variedades tradicionais seguem decrescendo e a oferta de eva deve registrar pequeno aumento.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: baixo estoque nacional, boa procura por graúdas, Cepea, demanda por miúdas esfria, entrada de precoces, Frutas de caroço, HF Brasil, maçã fuji, maçã gala, preço de maçã

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui