26/02/2021

MAÇÃ/CEPEA: Cotação da gala fecha fevereiro em queda

Vendas deixam a desejar nas regiões classificadoras

Por Ana Raquel Mendes e Marcela Barbieri
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MAÇÃ/CEPEA: Cotação da gala fecha fevereiro em quedaVer fotos

Piracicaba, 26 - A comercialização da maçã gala travou nas regiões classificadoras do Sul do País nesta semana (22 a 26/02). De acordo com agentes consultados pelo Hortifruti/Cepea, houve menor demanda diante do fim de mês, período em que o poder de compra do consumidor está mais restrito. Esse menor giro de vendas, somado à alta oferta a à grande dispersão de preços, dificultou bastante as negociações no período.

Vale apontar que, apesar da colheita da gala se aproximar do fim em alguns pomares, a variedade está entrando nas packing houses para classificação e, posteriormente, colocada à venda ou armazenamento, sendo necessário um fluxo de vendas mais contínuo a fim de evitar acúmulo de estoques.

Diante disso, as cotações da mesma voltaram a cair nesta semana. A exemplo, a gala 110 Cat 1 foi vendida, na média das regiões classificadoras, a R$ 68,70/ cx de 18 kg, desvalorização de 4% frente à semana passada. A princípio, agentes consultados temem que as cotações da variedade continuem pressionadas na próxima semana, devido à oferta permanecer elevada, mesmo diante de uma possível melhora na comercialização.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Cepea, comércio travado, desvalorização, fim de mês, HF Brasil, maior oferta, preço de maçã gala, regiões classificadoras, safra 2020/21

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui