14/08/2020

MAÇÃ/CEPEA: Começo de mês, que nada! Vendas ainda estão aquém do esperado

Movimento mais lento incomoda classificadores

Por Ana Raquel Mendes e Marcela Barbieri
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MAÇÃ/CEPEA: Começo de mês, que nada! Vendas ainda estão aquém do esperadoVer fotos

Piracicaba, 14 - Nesta semana (10 a 14/08), a comercialização de maçãs continuou abaixo do esperado por classificadores. Isso porque os clientes têm diminuído o volume comprado devido ao atual nível de preços. Assim, as cotações de maçã foram pressionadas.

De acordo com agentes, esse cenário foi mais limitante para os calibres 135, 150 e 165 da Cat 1, que acabam tendo um maior volume frente aos maiores tamanhos, como 90, 100 e 110. Os mesmos também relataram que alguns compradores, inclusive, migraram parte das aquisições para maçãs da Cat 2 e 3, cotadas a valores um pouco mais baixos.

Com isso, na média das regiões classificadores, a gala calibre 165 Cat 1 registrou recuo de 2% frente à semana passada, sendo comercializada a R$ 80,42/cx de 18 kg, enquanto a fuji calibre 165 Cat 3 foi vendida a R$ 55,86/cx de 18kg, valorização de 2% na mesma comparação. Esse movimento mais lento observado na comercialização desta semana geralmente acontece após a segunda quinzena do mês e, por isso, incomodou alguns classificadores, que estão com receio diante das incertezas das próximas semanas.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Cepea, classificação, elevados preços travam mercado, HF Brasil, maçã gala, preço de maçã, Sul

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui