25/10/2019

MAÇÃ/CEPEA: Assim como nacionais, importadas se desvalorizam

Compradores priorizam baixo preço

Por Ana Raquel Mendes e Marcela Barbieri
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
MAÇÃ/CEPEA: Assim como nacionais, importadas se desvalorizamVer fotos

Piracicaba, 25 - A demanda por maçãs no atacado paulista ainda não alcançou o ritmo esperado para outubro - ressalta-se que os elevados preços de algumas categorias afetam as vendas das mesmas. Assim, houve desvalorização da fruta na Ceagesp nesta semana (21 a 25/10). Segundo atacadistas, mesmo com a oferta controlada, a comercialização tem deixado a desejar, até mesmo para as maçãs importadas.

A red argentina e chilena, por exemplo, registraram queda de 12% e 10% frente à semana passada e foram comercializadas pelos preços médios de R$ 84,75/cx de 19 kg e de R$ 82,50/cx de 19 kg, respectivamente. Entre as nacionais, a maior desvalorização foi da fuji graúda Cat 1, que fechou com preço médio de R$ 68,00/cx de 18 kg – queda de 6% na mesma comparação. Agentes também relataram que, como o consumidor tem priorizado o preço como principal critério de compra, outras frutas se mostraram mais “atrativas” do que a maçã no período.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Ceagesp, Cepea, fuji, HF Brasil, maçã importada, maçã nacional, preço de maçã, red argentina, red chilena, vendas fracas

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui