28/10/2019

HORTIFRUTI/CEPEA: Sul de MG lidera na alta dos custos

Sementes estão entre os itens que mais oneraram os custos na safra de inverno

Por Hortifruti Brasil
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
HORTIFRUTI/CEPEA: Sul de MG lidera na alta dos custosVer fotos

Piracicaba, 28 – Dentre as regiões produtoras de batata acompanhadas pelo Hortifruti/Cepea, o Sul de Minas Gerias foi o local que apresentou a maior alta nos custos em 2019, principalmente na safra de inverno. O principal item que onerou os custos foi o reajuste observado para as sementes – o preço desse insumo dobrou de 2018 para 2019.

Como a produtividade neste ano está menor, o custo é maior frente a 2018 tanto por hectare quanto por saca. Os fertilizantes também se valorizaram, mas de forma menos expressiva frente ao verificado na safra de 2018, quando o dólar elevado impulsionou as cotações do insumo.

Para a temporada das águas 2018/19, o custo aumentou por hectare e ficou estável por saca, devido ao aumento de produtividade nessa última safra, que passou de 540 para 600 sacas/ha. Quanto aos insumos, a alta mais expressiva foi verificada nos defensivos.

Os custos com as operações mecânicas também aumentaram, devido às valorizações do diesel e da manutenção. A alta nos custos da safra das águas, no entanto, acabou sendo limitada pela queda nos preços das sementes, insumo que, até então, registrava maior oferta.

Para entender o comportamento dos custos de produção em outras regiões, como Vargem Grande do Sul e Cerrado Mineiro, acesse a edição de outubro da Hortifruti Brasil, clicando aqui.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: alta nos custos de produção de batata, batata, Cepea, custo de produção de batata, Especial Batata, preços dos insumos, produção de batata, safra de inverno de batata

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui