10/06/2020

HORTIFRUTI/CEPEA: Qual a produtividade ideal para remunerar os atuais custos de produção de laranja?

HF Brasil avalia como remunerar os altos investimentos na citricultura

Por Hortifruti Brasil
Em parceria com
Syngenta
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
HORTIFRUTI/CEPEA: Qual a produtividade ideal para remunerar os atuais custos de produção de laranja?Ver fotos

Piracicaba, 10 – Os custos de produção de laranja por hectare estão mais elevados nesta safra (2020/21) em relação à anterior: a estimativa é de aumento de 3,6% dos gastos no Projeto 1 e de 4,6% no do Projeto 2, ambos analisados na edição de maio da revista Hortifruti Brasil. Os insumos são os itens que mais encareceram o orçamento, principalmente no Projeto 2, o qual tem um peso maior porque o uso de insumos em controle de pragas/doenças e fertilidade é mais intenso.

Assim, no Projeto 2, o desembolso com insumos deve crescer 7,7% frente à temporada passada e, no caso do Projeto 1, o avanço deve ser de 6,8%. A alta nos preços dos insumos, por sua vez, esteve atrelada principalmente à valorização do dólar ante o Real.

Para a colheita – outro item importante do custo de produção –, a previsão dos gastos é de valores próximos aos da temporada passada. No entanto, no decorrer da safra, estes gastos podem mudar, devido à possibilidade de novas regras e exigências trabalhistas para garantir a menor exposição dos funcionários à covid-19. E tudo indica que, por unidade de produção (R$/cx), dada a queda na produtividade na safra em 2020/21, o aumento do custo será até maior.

O efeito do clima em 2020/21 foi negativo para a produção em praticamente todas as regiões e idades de pomares, até mesmo para as áreas irrigadas. Um fator que ameniza as contas em 2020/21 é que os preços da indústria, por conta da retração da safra e da alta do dólar, devem ser reajustados positivamente.

Na safra passada, o valor orçado para os cálculos de análise foi em torno de R$ 20,30/cx (valor médio do Hortifruti/ Cepea para o preço da pera e tardias no mercado spot). Em 2020, a expectativa é de que a indústria feche novos acordos – os primeiros negócios foram relatados em torno de R$ 24,00/ cx. Produtores que obtiverem esse reajuste e não apresentarem queda muito acentuada na produção podem conseguir equilibrar as contas.

No geral, para a temporada 2020/21, a produtividade de nivelamento do orçamento exposta nas tabelas da edição de maio está bem acima da média estimada pelo Fundecitrus. Para conferir os resultados, acesse o conteúdo completo, clicando aqui.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Cepea, custos de produção de citros, Especial Citros 2020, Hortifruti Brasil, produtividade de nivelamento, produtividade em pomares de laranja, rentabilidade em citros

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui