11/06/2019

HORTIFRUTI/CEPEA: Proteína baseada em vegetais ganha espaço

Saudabilidade acompanha outras tendências de consumo

Por Caroline Ribeiro
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
HORTIFRUTI/CEPEA: Proteína baseada em vegetais ganha espaçoVer fotos

Piracicaba, 11 – A busca por um estilo de vida mais saudável tem impulsionado o consumo de proteína à base de vegetais. Segundo relatório do FMI (Food and Marketing Institute), 73% dos consumidores norte-americanos já têm optado por alimentos com proteína baseada em vegetais ao invés de animal, mesmo que eventualmente.

Conforme o estudo, essa troca é mais comum entre pessoas das gerações Y e Z (83%) e em lares com crianças (81%). Ainda, a pesquisa avalia que a opção pela proteína vegetal, normalmente, está relacionada ao engajamento do consumidor com outras tendências de consumo – como a busca por alimentos orgânicos e por compras on-line ou diretamente de agricultores locais.

Temas como saudabilidade, valorização da produção local, influência dos orgânicos e consumo tecnológico, inclusive, estiveram entre os tópicos analisados na edição de março da revista Hortifruti Brasil, sobre as principais tendências de consumo de alimentos para este e os próximos anos. Na ocasião, um estudo da consultoria Kantar Worldpanel também destacou o crescente avanço das dietas semi-vegetarianas – que acaba elevando a participação dos vegetais em detrimento da proteína animal na alimentação.

Essa tendência objetiva um envelhecimento saudável e a preservação da saúde holística – sendo, inclusive, um fator que pode impulsionar o setor de HF's!

Fonte: hfbrasil.org.br e thepacker.com

Tags: alimentação saudável, Cepea, consumo saudável, dieta à base de proteína vegetal, fmi, saudabilidade, substituição da proteína animal pela vegetal, tendências de consumo de alimentos

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui