03/10/2018

HORTIFRUTI/CEPEA: Necessárias, porém, escassas!

Com população de abelhas em queda, engenheiros criam Robobees

Por Letícia Julião
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
HORTIFRUTI/CEPEA: Necessárias, porém, escassas!Ver fotos

Piracicaba, 03 – Hoje, 03 de outubro, é comemorado o Dia da Abelha, um "insetinho" de extrema importância para a agricultura no mundo. Há ano, inclusive, a HF Brasil alertou sobre a preocupação com a extinção desses agentes polinizadores – afinal, sem o trabalho das abelhas, provavelmente algumas frutas e hortaliças não existiriam em nosso dia a dia.

E essa preocupação ainda se mantém! As abelhas continuam sumindo, aos poucos – e as taxas mais alarmantes ocorreram nos Estados Unidos, em 2017. Por conta desse cenário, engenheiros da Universidade de Harvard se inspiraram para desenvolver as Robobees: robôs de abelhas. A pesquisa é antiga e financiada pelo Departamento de Pesquisa e Projetos Avançados (Darpa, na sigla em inglês), dos EUA.

Os primeiros Robobees foram testados, mas ainda não garantem a polinização. O protótipo de Harvard, no entanto, só podia voar e pairar no ar quando ligado a uma fonte de energia. Mas as pesquisas avançaram e, hoje, os Robobees também podem parar em superfícies, nadar debaixo d'água e mergulhar dentro e fora da água. Até 2026, os pesquisadores acreditam que os Robobees poderão polinizar artificialmente. Contudo, embora as abelhas de Harvard possam fazer vários truques, elas ainda não podem ser controladas remotamente.

Outro protótipo foi patenteado pelo WalMart no começo deste ano e este, sim, já está apto a polinizar! Os drones carregam pólen de uma planta para outra, usando sensores e câmeras para detectar a localização das plantações.

Mas será que elas vão substituir as reais? Apesar da crise das abelhas, os engenheiros acreditam que não! Os Robobees foram criados como medida paliativa para um problema atual. Assim, é preciso de outras medidas efetivas para que o número de abelhas pare de se reduzir nos campos.

Quer saber mais? Assista aos vídeos sobre os Robobees, clicando aqui e aqui.

Fonte: Greenpeace International e World Economic Forum

Tags: abelhas, abelhas de Harvard, abelhas do WalMart, agentes polinizadores, Cepea, estudo de Harvard, Hortifruti Brasil, importância das abelhas para agricultura, pesquisa, robobees

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui