01/07/2019

HORTIFRUTI/CEPEA: Custo de produção de tomate em Goiânia (GO)

Praça é o principal polo produtor e processador do fruto no BR

Por Hortifruti Brasil
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
HORTIFRUTI/CEPEA: Custo de produção de tomate em Goiânia (GO)Ver fotos

Piracicaba, 1° – Pelo terceiro ano consecutivo, a equipe da revista Hortifruti Brasil se reuniu com tomaticultores, indústria e técnicos da região de Goiânia (GO) para apurar os custos de produção de tomate industrial na praça, que é o principal polo produtor e processador do fruto no Brasil – responsável por cerca de 70% de toda a área cultivada para indústria no País.

O Painel foi realizado no dia 7 de maio de 2019, em Goiânia. O estudo contemplou os custos e produtividades referentes a 2018 e um orçamento para 2019. Os plantios na região se iniciaram em março, sendo finalizados entre junho e julho, enquanto a colheita tem começo em agosto e se encerra entre outubro e novembro.

A propriedade típica da região de Goiânia se mantém em 80 hectares de tomate rasteiro. A maior parte da área cultivada com destino para a indústria ocorre em terra própria – cerca de 70%.

A produtividade padrão definida para 2018 foi de 90 t/ ha, a mesma estimada em 2017, que é uma média bastante alta. Em 2019, acredita-se que o rendimento diminua para 82,5 t/ha, uma vez que o clima não tem sido favorável como nos anos anteriores. Essa produtividade, além de representar o típico da região, também foi compatível com os tratamentos utilizados na produção.

Quer conferir as tabelas de custo de produção de tomate em Goiânia? Acesse o conteúdo completo, clicando aqui.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Cepea, custos de produção, especial hortaliças, Hortifruti Brasil, produção de tomate, produção de tomate para indústria, tomate, tomate em Goiânia (GO), tomate industrial, tomate rasteiro

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui