16/04/2020

HORTIFRUTI/CEPEA: Como conectar produtor e consumidor durante a pandemia?

Novas formas de comercialização viabilizam o escoamento de HF's

Por Caroline Ribeiro
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
HORTIFRUTI/CEPEA: Como conectar produtor e consumidor durante a pandemia?Ver fotos

Piracicaba, 16 – As medidas de restrição de circulação de pessoas durante a pandemia de covid-19 têm dificultado o escoamento da produção de frutas e hortaliças em todos os canais de comercialização (de forma mais ou menos intensa). Tal cenário, por sua vez, exige certa reorganização da cadeia de distribuição, para que produtores se conectem com compradores e consumidores – seja por meio de plataformas digitais ou de entrega direta.

Um dos exemplos é o sistema CNA/Senar "Comércio Eletrônico", lançado na quarta-feira, 15, pela CNA (Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil), que tem o objetivo de aproximar produtores rurais, redes de supermercados, cooperativas e empresas de logística, para facilitar a comercialização de produtos do campo.

Os interessados podem se cadastrar no portal da CNA, indicando quais produtos têm à disposição, enquanto o comprador poderá informar sua demanda e região de abrangência. Além disso, o sistema também disponibiliza um guia com orientações ao produtor rural que deseja comercializar seu produto pela internet. A inciativa tem o apoio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e vale para todo o País.

REDES DE APOIO – Outras iniciativas, voltadas ao consumidor final, como a "Rede Solidária de Peruíbe – Construindo uma nova realidade", de São Paulo, reúne agricultores, artesãos e outros profissionais liberais da região para oferecer seus produtos e serviços à população local. O contato, segundo a Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, é feito por aplicativos de mensagens e telefone, e a divulgação, por redes sociais. Apesar de existir desde 2015, a rede foi ampliada atualmente, a fim de colaborar com mais produtores que têm sido afetados pela pandemia.

No Rio de Janeiro, a plataforma virtual JAEÉ, apoiada pela Secretaria de Estado de Agricultura, auxilia pequenos produtores rurais de diversas regiões, por meio da venda on-line de cestas de frutas e hortaliças, que são entregues diretamente ao consumidor final. Há, ainda, a possibilidade de adquirir a cesta e destiná-la à doação.

Diversas iniciativas semelhantes têm circulado nas redes sociais, demonstrando a importância da conexão entre produtor e comprador e/ou consumidor, para que todos se auxiliem neste período. E você, conhece ou participa de alguma iniciativa em sua região?

Fonte: CNA/Senar e secretarias de agricultura de São Paulo e do Rio de Janeiro

Tags: Cepea, conexão entre produtor e consumidor, coronavírus, covid-19, novas formas de comercialização, pandemia, pequenos produtores, plataformas digitais, sistema CNA/Senar, venda direta, vendas em tempos de pandemia

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui