03/07/2019

HORTIFRUTI/CEPEA: Bate-papo virtual - Citricultura e Mercado de hortaliças

Confira os destaques nas entrevistas do terceiro dia da Hortitec

Por Hortifruti Brasil
Em parceria com
Syngenta
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
HORTIFRUTI/CEPEA: Bate-papo virtual - Citricultura e Mercado de hortaliçasVer fotos

Piracicaba, 03 – Em três dias (26 a 28 de junho) de Hortitec, a equipe da Hortifruti Brasil recebeu convidados especiais em seu estande e registrou quase três horas de bate-papo ao vivo, sobre os principais temas que envolvem o setor de frutas e hortaliças. Confira, abaixo, os destaques do terceiro dia:

PERSPECTIVAS PARA A CITRICULTURA

"A citricultura é viável, mas tem que buscar novas oportunidades", afirmou Antônio Carlos Simonetti, citricultor e presidente da Associação Brasileira de Citrus de Mesa (ABCM), destacando quais as oportunidades para o produtor além da comercialização à indústria. Simonetti relatou, também, as atividades que a ABCM tem promovido, bem como a busca por novos associados. Para ter acesso ao conteúdo completo, clique aqui.

MERCADO DE HORTALIÇAS

"Mesmo com a queda de preço, a rentabilidade do produtor deve ser positiva no segundo semestre de 2019", afirmou o pesquisador de hortaliças do Hortifruti/Cepea João Paulo Deleo, sobre as culturas de batata e tomate. Quanto à cebola, as perspectivas são de "aumento de volume e, assim, as cotações podem cair um pouco", segundo a pesquisadora Marina Marangon. Para conferir o bate-papo completo e as perspectivas para alface e cenoura, clique aqui.

Todas as entrevistas estão disponíveis na página da Hortifruti Brasil, no Facebook.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: bate-papo ao vivo, Cepea, citricultura, citros, entrevista ao vivo, entrevistas, Hortifruti Brasil, mercado de citros, mercado de hortaliças, perspectivas de mercado, transmissão ao vivo

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui