23/10/2019

HORTIFRUTI/CEPEA: 2019, o ano da recuperação para a bataticultura!

Cultura tem sido mais lucrativa?

Por Hortifruti Brasil
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
HORTIFRUTI/CEPEA: 2019, o ano da recuperação para a bataticultura!Ver fotos

Piracicaba, 23 – Mesmo para as regiões onde a estimativa é de alta nos custos de produção de batata, 2019 é o ano de melhor lucratividade para a cultura, independentemente do segmento (indústria ou mercado), já que a área total de plantio é menor. No geral, a estimativa de rentabilidade para o mercado in natura é muito mais positiva que nos demais segmentos.

No Sul de Minas, a rentabilidade para o mercado in natura foi em torno de 40% na temporada das águas 2018/19 e de 46% neste inverno (acumulado até setembro). Em Vargem Grande do Sul (SP), a rentabilidade é ainda maior para o mercado in natura – na parcial da safra (de julho a setembro), o bataticultor de grande escala de produção apresentou rentabilidade média de 130%.

Na mesma região, estima-se que a rentabilidade dos que produzem para o segmento de indústria chips seja de 20% (de julho a outubro). Para a indústria de batata pré-frita, não há um orçamento de custos de produção para 2019, mas a perspectiva também é positiva.

Para conferir o Especial Batata 2019 completo, clique aqui.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: bataticultura, Cepea, custo de produção de batata, Especial batata 2019, Hortifruti Brasil, lucratividade no mercado de batata, produção de batata, rentabilidade ao produtor de batata

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui