05/03/2021

CITROS/CEPEA: Qualidade de tahiti se eleva, mas preços fecham semana em leve queda

Já para a pera, semana é de valorização

Por Isabela Camargo, Caroline Ribeiro e Fernanda Geraldini
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
CITROS/CEPEA: Qualidade de tahiti se eleva, mas preços fecham semana em leve quedaVer fotos

Piracicaba, 05 – Nos últimos dias, compradores estavam com dificuldade de encontrar lima ácida tahiti com o padrão demandado pelo mercado de mesa. Entretanto, com o retorno das chuvas, a qualidade das frutas já apresentou melhora, mas as cotações tiveram leve queda, limitadas pela baixa demanda. Nesta semana (1º a 05/03), a variedade registrou média de R$ 30,34/cx de 27 kg, colhida, valor 1,2% inferior ao da semana passada.

Já para a laranja, as vendas se aqueceram nesta semana, mas a oferta está cada vez mais escassa. Produtores consultados pelo Hortifruti/Cepea já comentam que os poucos volumes de laranjas tardias estão se encerrando, o que deve motivar a colheita das primeiras precoces de 2021/22, ainda que fora da maturação ideal. No geral, a expectativa ainda é de colheita lenta dessas variedades, o que sustenta um cenário de preços firmes para a laranja de mesa neste mês. Na semana, a média da pera foi de R$ 38,11/cx de 40,8 kg, na árvore, leve alta de 1,8% frente à passada.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: citros, cotação, demanda, laranja, lima ácida tahiti, limão, oferta, pera, preço, qualidade, tahiti

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui