×
Citros
Janeiro 24, 2022
CITROS/CEPEA: Pico de safra de tahiti se inicia em SP
Processamento e exportação devem ser intensificados

Por Isabela Camargo, Laleska Moda, Paula Benatti e Fernanda Geraldini

 

CITROS/CEPEA: Pico de safra de tahiti se inicia em SP Ver fotos

Piracicaba, 24 – Neste mês, a lima ácida tahiti entrou em pico de safra no estado de São Paulo. No geral, as chuvas mais frequentes desde meados de dezembro favoreceram o desenvolvimento da fruta, cenário que elevou a disponibilidade em todas as praças citrícolas. Com a maior oferta, os preços estão em queda, e a menor demanda agrava ainda mais as dificuldades de escoamento.

Tanto as exportações quanto o processamento industrial devem ser intensificados neste primeiro trimestre do ano. De fato, mais fábricas estão recebendo a lima ácida tahiti (em Bebedouro, Itajobi e Artur Nogueira) atualmente, com preços entre R$ 15,00 e 20,00/cx de 40,8 kg, colhida e posta na unidade de moagem. No mesmo período do ano passado, os valores estavam menores, entre R$ 14 e R$ 16/cx.

Segundo colaboradores do Hortifruti/Cepea, o pico de safra deste ano deve se estender até meados de março, o que pode pressionar as cotações domésticas neste período. Além disso, a previsão é de que o volume colhido seja superior ao do pico de safra de 2021, visto que, nesta temporada, as chuvas foram mais regulares do que na passada, beneficiando a produtividade dos pomares e, também, a qualidade.

 

ATENÇÃO, LEITOR! Você já fez o seu recadastramento para continuar recebendo a revista Hortifruti Brasil na versão impressa? O prazo vai até 31/01/22. Recadastre-se agora via WhatsApp, clicando na imagem ao lado.

 

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags
chuva
citros
exportação
indústria
lima ácida tahiti
limão
oferta
pico de safra
preço
processamento
produtividade
safra
tahiti