15/03/2021

CITROS/CEPEA: O que esperar do mercado de laranja nos próximos dias?

Finalização da safra 2020/21 pode elevar cotações

Por Isabela Camargo e Fernanda Geraldini
Em parceria com
UPL
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
CITROS/CEPEA: O que esperar do mercado de laranja nos próximos dias?Ver fotos

Atualizado em 19/03/21 - 09:50

Piracicaba, 15 – Apesar do início pontual da colheita das laranjas precoces "bocas de safra" no estado de São Paulo, a oferta continua restrita, diante da baixa disponibilidade de frutas da safra 2020/21. Assim, os preços da pera temporã estão em alta na parcial deste mês (1° a 18/03) – à média de R$ 38,44/cx de 40,8 kg, na árvore, aumento de 2% em relação a fevereiro. As variedades tardias (valência, natal e folha murcha), segundo agentes, já estão próximas do encerramento nos pomares de SP, cenário que pode favorecer ainda mais as cotações nos próximos dias.

O clima do segundo semestre de 2020 limitou o pegamento das floradas principais da temporada 2021/22. Assim, as primeiras colheitas de precoces não devem ter volume significativo. As variedades que já começaram a ser ofertadas em algumas regiões são a hamlin, a lima sorocaba e a rubi, enquanto a baía e a westin devem ser disponibilizadas, em maior intensidade, apenas em abril.

No caso da pera, o preço segue firme em março. Entretanto, a demanda pelas frutas continua sendo um limitante para o setor, já que foi impactada pelo fechamento de alguns pontos de venda e paralisação de atividades não essenciais, por conta da pandemia de coronavírus.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Cepea, citricultura, citros, colheita de laranja, cotação de laranja pera, HF Brasil, oferta de laranja, preços de laranja, produção de laranja, safra 2021/22 de laranja

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui