30/01/2020 às 23:00

CITROS/CEPEA: Mesmo em final de mês, pera se sustenta!

Pico de safra continua pressionando cotações de tahiti

Por Isabela Camargo, Caroline Ribeiro e Fernanda Geraldini
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
CITROS/CEPEA: Mesmo em final de mês, pera se sustenta!Ver fotos

Piracicaba, 31 – Nesta semana (27 a 31/01), produtores paulistas relataram maior procura por laranjas com melhor qualidade, o que ainda sustenta os preços de todas as variedades acompanhadas pelo Hortifruti/Cepea, apesar de o período de final de mês ter limitado as vendas nos últimos dias. A média desta semana da pera foi de R$ 32,02/cx de 40,8 kg, na árvore, aumento de 3,6% na comparação com a anterior.

Para a lima ácida tahiti, por outro lado, a oferta crescente e a qualidade razoável continuam influenciando as cotações. Nesta semana, a variedade fechou a R$ 10,68/cx de 27 kg, colhida, queda de 3,5% em comparação com o período anterior. No mês de janeiro, por sua vez, a variedade foi cotada a R$ 12,04/cx de 27 kg, colhida, recuos de 28,1% em relação ao mesmo período do ano passado e de 47,2% frente a dezembro/19, em termos nominais.

Com a intensificação da colheita, a moagem de tahiti também se acelerou neste mês. Atualmente, quatro indústrias de processamento estão em operação (em Artur Nogueira, Bebedouro, Engenheiro Coelho e Itajobi), adquirindo a fruta entre R$ 12,00 e R$ 15,00/cx de 40,8 kg, colhida e posta na unidade. A indústria costuma ter menor exigência de qualidade, principalmente de casca, que o mercado de mesa, o que ajuda a inserção da fruta neste segmento.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Cepea, citricultura, citros, cotação, laranja, oferta de laranja, oferta de tahiti, pico de safra de tahiti, preços de laranja, preços de tahiti, qualidade

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui