23/08/2019

CITROS/CEPEA: Mesmo com fraca procura, preço da laranja se sustenta

Elevadas cotações reduzem atratividade da tahiti

Por Caroline Ribeiro e Fernanda Geraldini
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
CITROS/CEPEA: Mesmo com fraca procura, preço da laranja se sustentaVer fotos

Piracicaba, 23 – Mesmo com a demanda desaquecida no mercado de mesa paulista, os preços da laranja pera permanecem firmes. Isso porque, além da intensificação da moagem da variedade de meia-estação nas processadoras paulistas, a oferta nas roças tem sido comprometida pelo clima seco (resultando em frutas de menor calibre). Assim, as de maior qualidade estão valorizadas, sendo a pera negociada à média de R$ 18,20/cx de 40,8 kg, na árvore, nesta semana (19 a 23/08), aumento de 1% frente à anterior.

No caso da lima ácida tahiti, o escoamento da fruta esteve comprometido pelo clima ameno em São Paulo e pelos valores firmes da variedade – tornando-a menos atrativa ao consumidor brasileiro e ao mercado exportador. A média de comercialização da tahiti, de R$ 28,02/cx de 27 kg, colhida, foi 5,8% inferior em comparação com a da semana passada.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Cepea, citricultura, citros, cotação, demanda, oferta de laranja, preços de laranja, preços de tahiti, safra 2019/20 de laranja

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui