31/07/2020

CITROS/CEPEA: Laranja pera acumula 6ª alta semanal consecutiva em SP

Clima reduz oferta e eleva preços de tahiti

Por Isabela Camargo, Caroline Ribeiro e Fernanda Geraldini
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
CITROS/CEPEA: Laranja pera acumula 6ª alta semanal consecutiva em SPVer fotos

Piracicaba, 31 – O mercado de cítricos esteve aquecido no início da semana, mas em menor intensidade que no restante de julho, devido ao período de final de mês. Com a demanda por laranja mais intensa por parte das processadoras, a disponibilidade de variedades precoces está reduzida no estado de São Paulo, fator que acentua a procura pela pera. Desse modo, a média desta semana (27 a 31/07), da laranja pera foi de R$ 28,23/cx de 40,8 kg, na árvore, alta de 1% em relação ao período anterior.

A finalização da safra paulista de poncã tem feito com que a comercialização de tangor murcote ganhe força. Assim, os preços da fruta estão subindo a cada semana. Nesta semana, a variedade foi negociada a R$ 43,17/cx de 40,8 kg, na árvore, valor 0,7% superior ao registrado na anterior. A qualidade também tem sido destaque, uma vez que as frutas estão graúdas e com aparência satisfatória ao consumidor.

Já para a lima ácida tahiti, a oferta restrita impulsionou ainda mais os valores neste final de mês. Nesta semana, a tahiti teve média de R$ 74,89/cx de 27 kg, colhida, aumento de 16,3% em relação à do período anterior. Esses valores estão, inclusive, próximos aos do mercado externo, o que causa certa competição entre os segmentos pelas frutas disponíveis.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: calibre, cotação, demanda, indústria, laranja, lima ácida tahiti, limão, moagem, oferta, preço, precoce, processamento, qualidade, safra, tahiti

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui