10/08/2018

CITROS/CEPEA: Laranja industrial se valoriza no spot

No mercado de mesa, vendas caem, mas preços seguem firmes

Por Caroline Ribeiro e Fernanda Geraldini
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
CITROS/CEPEA: Laranja industrial se valoriza no spotVer fotos

Piracicaba, 10 – A demanda industrial firme em 2018/19 elevou os preços pagos pelas grandes processadoras paulistas no spot. Até semana passada, o valor máximo era de R$ 20,00/cx, colhida e posta na fábrica, mas nesta, os preços chegaram a R$ 24,00/cx nas indústrias de maior porte. Apesar de 10 unidades estarem processando atualmente, apenas seis recebem frutas no segmento spot – as outras se restringem às laranjas próprias e contratadas anteriormente.

Já no mercado de mesa paulista, o clima frio e chuvoso limitou as vendas de citros nesta semana (06 a 10/08), segundo colaboradores do Hortifruti/Cepea. Contudo, a oferta restrita de frutas com boa qualidade tem sustentado os preços da laranja. Alguns produtores, inclusive, interromperam a colheita devido à chuva, reduzindo ainda mais a disponibilidade. No período, a variedade pera foi comercializada a R$ 27,86/cx de 40,8 kg, na árvore, praticamente estável (-0,2%) frente à semana anterior.

Para a lima ácida tahiti, chuvas nas principais regiões produtoras interromperam a colheita da fruta, elevando os preços. Por outro lado, as precipitações devem favorecer o crescimento da tahiti proveniente de novas floradas – com colheita prevista para o fim de setembro. A média de comercialização da variedade, nesta semana, foi de R$ 37,30/cx de 27 kg, colhida, aumento de 5,6% frente à anterior.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Cepea, citricultura, citros, cotação de laranja, mercado de mesa de laranja, preço de laranja, preço laranja indústria, preço tahiti, spot

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui