29/03/2019

CITROS/CEPEA: Fim da colheita de 2018/19 impulsiona preços em março

Com demanda externa firme, tahiti ganha força

Por Caroline Ribeiro e Fernanda Geraldini
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
CITROS/CEPEA: Fim da colheita de 2018/19 impulsiona preços em marçoVer fotos
Piracicaba, 29 – O ritmo de venda de frutas cítricas esteve lento no mercado de mesa paulista nesta semana (25 a 29/03). A demanda desaquecida, por sua vez, é reflexo do período de fim de mês e da disponibilidade limitada de frutas com qualidade da temporada 2018/19. Assim, a variedade tardia valência registrou média de R$ 33,71/cx de 40,8 kg, na árvore, recuo de 2,6% em relação à anterior.
 
Apesar da baixa, o preço atual da variedade supera em expressivos 55% o verificado no mesmo período do ano passado (em termos nominais). Para a pera, o cenário é semelhante: alta de 45,5% em março/19 frente ao mesmo mês do ano passado. Segundo agentes consultados pelo Hortifruti/Cepea, a colheita das frutas tardias e temporãs de 2018/19 já está praticamente encerrada nos pomares paulistas.
 
TAHITI – Em relação à lima ácida tahiti, a demanda externa tem colaborado com o escoamento da variedade. Neste cenário, a fruta foi comercializada, nesta semana, à média de R$ 21,23/caixa de 27 kg, colhida, no mercado doméstico, alta de 24,7% em relação à passada.
 

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Cepea, citricultura, citros, colheita, cotação, mercado de mesa, oferta, preços de laranja, preços de tahiti, safra 2018/19 de laranja

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui