09/04/2020

CITROS/CEPEA: Feriado e menor ritmo de colheita favorecem cotações da tahiti

Laranja, por outro lado, é prejudicada pela maior disponibilidade nos mercados

Por Isabela Camargo, Caroline Ribeiro e Fernanda Geraldini
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
CITROS/CEPEA: Feriado e menor ritmo de colheita favorecem cotações da tahitiVer fotos

Piracicaba, 09 – O mercado in natura esteve mais aquecido para a lima ácida tahiti nos últimos dias, devido à aproximação do feriado de sexta-feira, 10 (Paixão de Cristo), quando a demanda pela fruta aumenta, devido à utilização para tempero de pratos típicos do período. Além disso, agentes relatam que muitos produtores teriam reduzido a colheita da variedade, no intuito de valorizar a tahiti. Assim, nesta semana (06 a 09/04), a fruta registrou média de R$ 16,45/cx de 27 kg, colhida, alta de 8,1% em relação à anterior.

Já para a laranja de mesa, a maior oferta (ainda que sem excessos) seguiu impedindo a alta nas cotações de todas as variedades. Ainda assim, os preços seguem em patamares remuneradores. A pera teve média de R$ 34,15/cx de 40,8 kg, na árvore, leve desvalorização de 1,4%. Já a hamlin foi comercializada a R$ 26,31/cx, queda de 2,6% na mesma comparação.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: citros, coronavírus, cotação, demanda, feriado, laranja, lima ácida tahiti, limão, oferta, preço, tahiti

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui