04/10/2019

CITROS/CEPEA: Com baixa oferta de laranja com qualidade, preço avança

Tahiti, por outro lado, perde força

Por Caroline Ribeiro e Fernanda Geraldini
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
CITROS/CEPEA: Com baixa oferta de laranja com qualidade, preço avançaVer fotos

Piracicaba, 04 – Apesar da demanda um pouco desaquecida nos últimos dias, as cotações da laranja se mantiveram firmes, sustentadas pela menor disponibilidade de frutas de qualidade no mercado in natura. Nesta semana (30/09 a 04/10), a pera teve média de R$ 21,29/cx de 40,8 kg, na árvore, alta de 4,6% em relação à semana passada.

A valência também segue com cotações firmes, mesmo com a intensificação da colheita das laranjas tardias da safra 2019/20 – esta variedade tem sido ofertada desde meados do mês passado. A média de comercialização, nesta semana, foi de R$ 18,18/cx de 40,8 kg, na árvore, alta de 1% frente à da anterior.

Os preços da lima ácida tahiti, por sua vez, registraram recuo em relação aos da semana passada. A retomada das atividades de colheita e a baixa demanda influenciaram este cenário – uma vez que, no período anterior, os preços se elevaram expressivamente.

Na semana, a tahiti teve média de R$ 78,45/cx de 27 kg, colhida, recuo de 6,7% em relação à passada. Vale destacar, contudo, que a disponibilidade da variedade continua baixa – pois as frutas nas árvores ainda não atingiram o estágio de maturação e tamanho ideais para colheita.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Cepea, citricultura, citros, cotação, laranjas tardias, oferta de citros, preços de laranja, preços de tahiti, qualidade, safra 2019/20 de laranja

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui