18/01/2021

CITROS/CEPEA: Apesar de pico de safra, preços de tahiti devem superar os de 2020

Oferta de frutas miúdas ainda é elevada

Por Isabela Camargo e Fernanda Geraldini
Em parceria com
UPL
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
CITROS/CEPEA: Apesar de pico de safra, preços de tahiti devem superar os de 2020Ver fotos

Piracicaba, 18 – Os primeiros meses de 2021 devem ter volumes elevados de lima ácida tahiti nos pomares de São Paulo, devido ao pico de safra. Entretanto, a disponibilidade deve ser inferior à do mesmo período de 2020, em decorrência dos problemas climáticos enfrentados pela região (estiagem no segundo semestre do ano passado). Além dos impactos da seca, a colheita da fruta miúda foi antecipada, justamente pela menor disponibilidade.

Por ser pico de safra, é provável que os preços caiam frente a dezembro/20, mas podem ser superiores aos do mesmo período do ano passado – é importante lembrar, também, que a produção de 2020, no pico de safra, foi bastante alta se comparada com o cenário comum para a época, o que desvalorizou a fruta naquela ocasião.

Neste primeiro mês de 2021, apesar das chuvas recentes nas regiões produtoras, o calibre e a qualidade das frutas ainda não foram totalmente recuperados. Ainda há bastante presença de tahiti miúda e com amarelamento da casca, fator que pode aumentar os volumes destinados à moagem – que se iniciou, com maior intensidade, na semana passada, e deve se manter em bom ritmo nas próximas semanas.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: Cepea, HF Brasil, moagem de limão, oferta de limão em 2020, oferta de tahiti, perspectivas para o mercado de tahiti, preços de tahiti

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui