20/08/2020

CENOURA/CEPEA: Redução de área e intervalo de safra impulsionam preços

Valores atuais superam os custos em 60%

Por Daniel Júdice Gonçalves e Marina Marangon
Em parceria com
Viter Agro
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
CENOURA/CEPEA: Redução de área e intervalo de safra impulsionam preçosVer fotos

Piracicaba, 20 – A oferta de cenoura está controlada neste mês, permitindo que os preços se elevem nas principais praças produtoras brasileiras. Nas regiões de São Gotardo (MG) e Cristalina (GO), a caixa de 29 kg de "suja" foi vendida na média de R$ 22,50 na parcial de agosto (até 14/08), aumento significativo de 60% em relação a julho. No mês passado, contudo, os preços estavam em níveis bastante baixos – ficando, inclusive, abaixo dos custos em alguns períodos.

Sendo assim, a alta atual tem sido reflexo da diminuição da oferta nacional na primeira quinzena de agosto. Além disso, a valorização também pode estar relacionada a outros fatores, como o encerramento total da safra de verão; intervalo de colheita para alguns grandes produtores em MG e GO; saída dos aventureiros que plantam apenas no verão; e menor área prevista para a temporada de inverno.

Além disso, os primeiros lotes de inverno colhidos estão menos produtivos que os últimos de verão, uma vez que foram plantados em período de calor e chuvas, contribuindo, também, para o menor volume e aumento dos preços. Desta forma, a safra se iniciou com rentabilidade positiva aos produtores, com as cotações superando os custos em 60% – os quais são estimados em R$ 14,00/cx. A perspectiva é que o cenário positivo dos valores se mantenha até meados de setembro.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: cenoura, Cepea, colheita de cenoura, oferta de cenoura, perspectivas para o mercado de cenoura, preços de cenoura, rentabilidade, safra de inverno de cenoura

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui