30/10/2018

CENOURA/CEPEA: Outubro se encerra com rentabilidade positiva em MG

Custos unitários de produção recuam no período

Por Eduarda Pinheiro e Marina Marangon
Em parceria com
FMC
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
CENOURA/CEPEA: Outubro se encerra com rentabilidade positiva em MGVer fotos

Piracicaba, 30 – Neste mês, a caixa de 29 kg da cenoura "suja" foi vendida à média de R$ 17,45 em São Gotardo (MG), valor 144,7% acima das estimativas de custos de produção – que, por sua vez, fecharam em R$ 7,13 no período. Em outubro, inclusive, houve queda média de 10% dos custos unitários de produção frente ao mês anterior, devido a um aumento da produtividade (em função do clima favorável). A média do mês foi de 105 t/ha.

Apesar da rentabilidade positiva e da redução dos custos unitários, a maior produtividade resultou, também, em aumento da oferta – o que, por consequência, levou a uma desvalorização de 11,8% da raiz, frente a setembro. Na parcial da safra de inverno 2018, entre agosto e outubro, a produtividade foi 3,9% superior em relação ao mesmo período de 2017 em MG, período em que o rendimento já havia sido considerado bastante positivo. Assim, mesmo com a maior produtividade, a rentabilidade permanece alta, devido à redução de área cultivada.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: cenoura, Cepea, custos de produção, Hortifruti Brasil, oferta, plantio, preços de cenoura, produção de cenoura, produtividade, rentabilidade

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui