14/01/2022

CENOURA/CEPEA: Chuvas prejudicam colheita de cenouras em MG

Cotações quase triplicam em relação às últimas semanas de dezembro

Por Luísa Purchio e Marina Marangon
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
CENOURA/CEPEA: Chuvas prejudicam colheita de cenouras em MGVer fotos

Piracicaba, 14 - Nas duas primeiras semanas do ano (03/01 a 14/01), as cotações da cenoura tiveram significativo aumento na região produtora de São Gotardo (MG), apresentando alta expressiva, com valor quase 3 vezes superior a última semana de 2021 (27 a 30/12). A caixa de 29 kg de “suja” foi vendida à média de R$ 60,00, valor bastante acima do custo de produção estimado. Este aumento dos preços pode ser explicado pela baixa oferta, reflexo do elevado índice pluviométrico na região.

As constantes chuvas dificultam a entrada do maquinário nas áreas plantadas, prejudicando a retirada das raízes do campo. Segundo colaboradores do Hortifruti/Cepea, as áreas que estão sendo colhidas correspondem às áreas de verão 2021/22, e a colheita antes do previsto, devido ao volume reduzido. A qualidade das cenouras foi prejudicada pelo longo período de chuvas durante todo o mês de janeiro, por conta disso, os produtores optaram por colher um pouco antes para evitar grandes descartes. Para as próximas semanas, a expectativa é de aumento na oferta em São Gotardo por conta da colheita de novas áreas e, com isso, uma possível redução nos preços – mas ainda se mantendo em altos níveis.

 

ATENÇÃO, LEITOR! Você já fez o seu recadastramento para continuar recebendo a revista Hortifruti Brasil na versão impressa? O prazo vai até 31/01/22. Recadastre-se agora via WhatsApp, clicando na imagem ao lado.

 

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: cotação da cenoura, preço da cenoura, produção de cenoura

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui