23/11/2018

CENOURA/CEPEA: Chuva causa descartes em MG

A incidência de mela e nematoides se elevou nas lavouras mineiras

Por Eduarda Pinheiro e Marina Marangon
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
CENOURA/CEPEA: Chuva causa descartes em MGVer fotos

Piracicaba, 23 - As chuvas volumosas nas últimas semanas somadas ao clima quente elevaram o percentual de cenouras com mela e nematoides, resultando em descartes no Cerrado Mineiro nesta semana (19 a 23/11) e, consequemente, menor oferta. Além disso, a chuva retardou o ritmo da colheita desta safra, que já vem sendo reduzida em função da proximidade do fim, reduzindo ainda mais a disponibilidade.

Assim, a caixa de 29 kg de cenoura “suja” teve alta de 10,4% frente à semana anterior, registrando média de R$ 17,00. As atividades de campo menos intensas podem atrasar o encerramento da safra de inverno esperado para dezembro, sendo postergado para janeiro. Como no próximo mês as variedades de verão já começarão a ser colhidas, deve haver uma sobreposição entre as duas temporadas.

Além dos danos nas raízes colhidas, colaboradores do Hortifruti/Cepea afirmaram que a chuva excessiva também dificulta a germinação das sementes recém-cultivadas. Deste modo, o percentual de replantio aumentou bastante no Cerrado.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: cenoura, chuvas, cotação, preços, produção, produtividade

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui