28/01/2020 às 23:00

CEBOLA/CEPEA: Janeiro é marcado por preços baixos no Sul e Nordeste

Com variação na oferta, cotações oscilaram no decorrer do mês

Por Marcelo Franzini Erhart de Barros e Marina Marangon
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
CEBOLA/CEPEA: Janeiro é marcado por preços baixos no Sul e NordesteVer fotos

Piracicaba, 29 – Os preços da cebola se mantiveram em baixos patamares em janeiro – no geral, devido à elevada oferta no Sul e à concorrência com a comercialização do Nordeste. Entenda o comportamento do mercado no período:

Na primeira quinzena do mês, as chuvas em Irecê (BA) reduziram a oferta e contribuíram para um leve aumento das cotações. Tal condição meteorológica foi fundamental para abastecer os estoques hídricos e gerou condições favoráveis ao plantio na praça baiana. Após o encerramento das precipitações, na segunda quinzena, Irecê voltou a abastecer o mercado Nordestino, cessando os pedidos de Santa Catarina e gerando nova queda de preços.

Além de Irecê, produtores da região de Baraúna/Mossoró (RN) também seguem com dificuldades na comercialização, devido à baixa qualidade dos bulbos, ocasionada por doenças bacterianas. Neste cenário, o retorno ao produtor está limitado, tanto no Sul quanto no Nordeste – e uma possível reação só será possível com a finalização das vendas no Nordeste e a gradual redução dos estoques sulistas.

Os plantios da safra 2020 em Cristalina (GO) e Triângulo Mineiro devem se intensificar a partir de fevereiro, sendo que – ao contrário do observado no ano passado – houve redução do plantio "do cedo", devido aos resultados insatisfatórios em 2019, para os que adiantaram o semeio.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: cebola, Cepea, clima, comercialização, mercado de cebola, Oferta de cebola, plantios, preços de cebola, produção de cebola

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui