10/07/2019

CEBOLA/CEPEA: Geada e clima frio não prejudicam roças sulistas

Mesmo com temperaturas negativas, não houve perda significativa

Por Marcela Mian e Marina Marangon
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
CEBOLA/CEPEA: Geada e clima frio não prejudicam roças sulistasVer fotos

Piracicaba, 10 – O frio intenso neste início de julho não prejudicou as roças de cebola sulistas, as quais estão em período de semeio e desenvolvimento da safra de verão 2019/20. Pelo contrário: colaboradores do Hortifruti/Brasil relataram que as baixas temperaturas favoreceram as plantações, uma vez que inibiram a proliferação de insetos (pragas) que não resistem às geadas.

Mesmo em Lebon Régis (SC), onde a temperatura chegou a 6°C negativos, os bulbos não foram afetados, pois estavam em período inicial de desenvolvimento, antes da fase de "chicote" (quando a hortaliça atinge altura de três a cinco centímetros e fica vulnerável). Na praça catarinense, apenas uma pequena quantidade de cebolas precoces, que estava nascendo, não resistiu ao clima – mas, segundo agentes, se trata de um descarte praticamente irrelevante em relação ao volume total.

Caso o frio continue causando geadas, algumas áreas com bulbos mais desenvolvidos podem ser prejudicadas. Contudo, até o momento, a produção sulista segue favorável.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: cebola, cebolas do Sul, Cepea, clima, frio, geadas, geadas no Sul, impacto do clima na produção, produção de cebola, temperaturas negativas no Sul

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui