10/01/2020

CEBOLA/CEPEA: Com chuvas, Nordeste tem oferta limitada

Preço tem leve aumento, reflexo da menor oferta local

Por Marcelo Franzini Erhart de Barros e Marina Marangon
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
CEBOLA/CEPEA: Com chuvas, Nordeste tem oferta limitadaVer fotos

Piracicaba, 10 - As praças nordestinas de Mossoró (RN), Vale do São Francisco (PE/BA) e Irecê (BA) apresentam volume reduzido de cebola. As expectativas de término das comercializações são para até meados de fevereiro, sendo necessário comprar bulbos do Sul para abastecimento do mercado.

Produtores potiguares aumentaram a colheita dos bulbos nos últimos dias, devido à chuva que ocorreu na virada do ano, que dificultou sua retirada. Estes optaram por intensificar a colheita, devido à maior frequência de precipitações que prejudicam a qualidade do produto com doenças fúngicas.

Em Irecê, produtores comercializaram o volume estocado durante os dias chuvosos e estão dependendo das condições climáticas favoráveis para conseguir colher os bulbos restantes do campo.

A redução na oferta aliviou o mercado nordestino, elevando as cotações para R$ 0,65/kg, movimento que vem ocorrendo desde a semana do Natal (22 a 29/12). A menor oferta de cebola em Irecê, como também em Mossoró (RN) e Vale do São Francisco (PE/BA), demandou a entrada de bulbos do Sul para abastecimento da região.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: cebola no nordeste, cotação, cotação da cebola, preço, preço da cebola, preço da cebola em Irece, produção de cebola

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui