12/04/2019

CEBOLA/CEPEA: Baixa qualidade reduz cotação

Mesmo com baixo volume, preços caem devido à qualidade inferior

Por Andrea Cimino e Marina Marangon
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
CEBOLA/CEPEA: Baixa qualidade reduz cotaçãoVer fotos

Piracicaba, 12 - Nesta semana, as comercializações de cebola foram reduzidas em Ituporanga e Lebon Régis (SC), resultando em queda das cotações. A desvalorização do bulbo pode ser explicada em função da perda de qualidade de parte da mercadoria. As cebolas foram afetadas por doenças, como bico d’água e carvão.

Além da menor qualidade, parte da mercadoria estocada foi afetada por problema fitossanitário e está sendo descartada, devido à sensibilidade ao armazenamento. Segundo colaboradores do Hortifruti/Cepea, como o ritmo de vendas está lento nesta semana, a comercialização do restante final da produção deve se prolongar até o final do mês, apesar do volume ser baixo.

A média de preços ao produtor em Ituporanga ficou em R$1,62/kg nesta semana, queda de 21,4% frente à passada. Outro fator que pode ter contribuído para a queda nos preços é a entrada das cebolas da Argentina.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: cebola, doenças, preço, produtividade, qualidade, Sul

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui