13/07/2018

CEBOLA/CEPEA: Alta oferta continua pressionando cotações nas roças

Período de pico de colheita no Cerrado resulta em queda nos preços

Por Andrea Cimino, Beatriz Papa Casagrande e Marina Marangon
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
CEBOLA/CEPEA: Alta oferta continua pressionando cotações nas roçasVer fotos

Piracicaba, 13 - As cotações da cebola foram pressionadas em todas as regiões produtoras do País, nesta semana (9 a 13/07). Em Irecê (BA), a média dos preços ficou em R$ 0,56/kg ao produtor, redução de 30% em relação à semana passada. Mesmo com a queda, o volume na região está cada vez menor, próximo à finalização da safra do primeiro semestre.

Em relação ao mês passado, a cotação da caixa 3 beneficiada caiu 29% na região baiana (considerando a parcial de julho até o dia 12). No Vale do São Francisco, o volume é maior em relação à Irecê, pressionando as cotações. A produção nordestina tem como principal finalidade abastecer as redondezas; já o montante que chega ao atacado de São Paulo (Ceagesp) é baixo.

Nas regiões de Santa Juliana (MG) e Cristalina (GO) o volume também está elevado pois ambas as regiões estão em pico de colheita, sendo os principais responsáveis pela alta oferta nacional. Este cenário baixista já é esperado para essa época do ano, pois é um período de boa produtividade nas lavouras e quando importantes regiões produtoras estão colhendo.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: cebola, cotação, oferta, preços, produção

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui