18/05/2018

BATATA/CEPEA: Oferta da safra das secas ainda é baixa e preço sobe no atacado

Qualidade ruim limita valorização da batata

Por Heitor A. C. Inácio, Lenise Molena e João Paulo Bernardes Deleo
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
BATATA/CEPEA: Oferta da safra das secas ainda é baixa e preço sobe no atacadoVer fotos

Piracicaba, 18 - Com o final da colheita do Sul referente à temporada das águas e o ritmo ainda lento das secas, a batata se valorizou na semana de 14 a 18/05 nos atacados brasileiros. Em Belo Horizonte (MG) a alta foi de 19,38% (R$ 75,00/sc de 50 kg), seguido por Rio de Janeiro (RJ), 13,47% (R$ 75,94/sc) e São Paulo (SP) 11,47% (R$ 75,94/sc). No início da semana o volume era menor devido principalmente ao ritmo reduzido de colheita no final da última semana por conta do Dia das Mães, mas voltou a ganhar ritmo no decorrer do período. As cotações só não foram maiores pois ainda havia oferta de batatas com baixa qualidade. Segundo atacadistas, as batatas mais fracas são provenientes do Sul e Cerrado Mineiro. Para a próxima semana o mercado deve se comportar de forma semelhante em termos de oferta, mas a saída pode ser prejudicada com a aproximação do final do mês. 

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: batata, cotação, entressafra, preço, produção, produtividade, safra, tubérculo, valorização

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui