26/10/2018

BATATA/CEPEA: Mesmo com chuvas, preços não reagem

Qualidade gera grande amplitude nos preços

Por Heitor A. C. Inácio, Lenise Molena e João Paulo Bernardes Deleo
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
BATATA/CEPEA: Mesmo com chuvas, preços não reagemVer fotos

Piracicaba, 26 - O preço da batata padrão ágata especial registrou alta de 6,93% entre 22 e 26 de outubro nos atacados paulistanos, com média de R$ 58,29/sc de 50 kg. Houve uma grande amplitude nos preços, de R$ 30,00 a R$ 80,00, em função da qualidade. As batatas de Vargem Grande do Sul (SP), em geral, foram as que apresentaram cotações mais baixas, devido ao final da safra. As precipitações no decorrer da semana não foram suficientes para reduzir a oferta. Entre a quarta (24) e a quinta-feira (25), houve concentração de chuva nas principais regiões em safra. As praças paulistas (Vargem Grande do Sul e Sudoeste Paulista) tiveram a colheita mais comprometida, visto que, nesses dias, os produtores não conseguiram entrar com os maquinários no campo. Contudo, o mercado foi abastecido pelas demais regiões. 

 

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: amplitude, atacado, batata, Ceagesp, ceasa, desvalorização, oferta, produção, produtividade, qualidade, safra, solanácea, tubérculo, valorização

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui