17/12/2021

BATATA/CEPEA: Dezembro não tem cenário de preços esperado

Expectativa de alta não se confirma e cotações seguem em queda

Por Luana Chiminasso e Júlia Peron Baroni
Compartilhar
+ Mais opções
  • Facebook
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
BATATA/CEPEA: Dezembro não tem cenário de preços esperadoVer fotos

Piracicaba, 17 - Entre os dias 13 e 17/12, as cotações médias da batata tipo ágata especial/saca de 50 kg ficaram em R$ 76,00 (-1,83%) no atacado de São Paulo (SP), em R$ 68,79 (-5,51%) no Rio de Janeiro (RJ) e em R$ 77,57 (+3,42%) em Belo Horizonte (MG). Por mais uma semana, os preços seguem caindo. Já se completa um mês e meio com queda consecutiva nos valores, ao contrário da alta que se esperava em dezembro.

Uma das razões de não haver aumento é que a safra de inverno normalmente já está encerrada nesse período. No entanto nesse ano acabou se estendendo mais, elevando a oferta no mercado em dezembro. Além disso, essas batatas das lavouras de inverno estão “mais velhas”, e com pior qualidade (atacadistas comentaram sobre problemas de pele escura e batatas “mais moles”, em razão do calor) o que contribui para a desvalorização.

Apesar dos problemas de qualidade (que ocorre também em lavouras do PR em início de safra das águas), no geral as produtividades estão boas, contribuindo para a maior oferta também. Para o decorrer da safra das águas, há uma tendência de melhora dos preços, já que até o início de janeiro a safra de inverno estará totalmente encerrada. No entanto com os preços baixos em dezembro, pode ter ocorrido um “represamento” da colheita no período, e isso pode resultar em mais oferta do que o planejado, ao longo da safra.

Fonte: hfbrasil.org.br

Tags: cotação da batata, preço da batata, produção de batata

A reprodução do nosso conteúdo só é permitida com a citação da hfbrasil.org.br como fonte. Para saber mais sobre nossa política de reprodução clique aqui